09.Set.2011 19:47
Vitor Xavier
0 Comentários
Inicia a 8ª Bienal do Mercosul

A 8ª BIENAL DO MERCOSUL tem como tema central a discussão da territorialidade em seis grandes módulos. O principal módulo da Bienal fica localizado no Cais do Porto: a exposição GEOPOÉTICAS onde obras recentes dialogam com obras mais antigas que tratam de questões como nacionalidade. Um dos destaques é a obra do artista japonês Yanagi Yukinori em que um painel composto por bandeiras criadas por areia colorida, está ligado a um formigueiro. A medida em que as formigas passam por essas bandeiras de areia o símbolo desse países começa a ser destruído, mostrando assim a fragilidade de um território.




A edição deste ano do evento redescobriu o Rio Grande do Sul com a exposição ALÉM FRONTEIRAS que convidou artistas a percorrerem o estado e criarem obras relacionadas a Paisagem Gaúcha como o pampa e os canyons e o projeto CADERNOS DE VIAGEM, onde artistas convidados circularam pelo estado para realizarem obras em cidades como Bagé, Pelotas e Caxias e apresentarem após o resultado aqui no Cais do Porto. Nesse projeto o que mais chama atenção é a obra do artista mexicano Sebastian Romo que circulou pela região fronteiriça do Pampa e descobriu que a fronteira é algo na verdade ficcional. Neste sentido ele construiu no cais do porto uma casa de fronteira, para simbolizar essa ficção. o visitante pode entrar dentro da pequena construção.


Nesta questão de redescobrimos o nosso território, vale ainda destacar a mostra CIDADE NÃO VISTA em que nove artistas realizaram uma intervenção em pontos de Porto alegre que antes estavam inacessíveis ou não eram percebidos pelos moradores da cidade. Aqui destaque para Tatzu Nishi, outro artista japonês, que montou uma estrutura de andaime em frente a prefeitura da capital, nela, suspensa no ar, esta uma casa de madeira. O visitante ao subir lá em cima pode chegar perto da fachada superior da prefeitura de porto alegre e ficar próximo das estatuas e do relógio no topo da construção.




A 8ª BIENAL do MERCOSUL abre ao publico neste sábado e ocorre até o dia 15 de novembro no CAIS DO PORTO, MARGS e SANTANDER CULTURAL. Tudo com entrada franca. Visitação diária das 9h às 21h.

 



Comentários (0)



N blogueiros
Arquivos
Abril 2015  /  17 posts
Fevereiro 2015  /  16 posts
Janeiro 2015  /  21 posts
Dezembro 2014  /  23 posts
Novembro 2014  /  23 posts
Outubro 2014  /  23 posts
Fevereiro 2014  /  30 posts
Outubro 2013  /  23 posts
Setembro 2013  /  29 posts
Agosto 2013  /  37 posts
Julho 2013  /  26 posts
Junho 2013  /  17 posts
Abril 2013  /  17 posts
Março 2013  /  20 posts
Janeiro 2013  /  36 posts
Dezembro 2012  /  18 posts
Novembro 2012  /  39 posts
Agosto 2012  /  30 posts
Julho 2012  /  41 posts
Junho 2012  /  47 posts
Maio 2012  /  31 posts
Abril 2012  /  32 posts
Março 2012  /  29 posts
Fevereiro 2012  /  34 posts
Janeiro 2012  /  62 posts
Dezembro 2011  /  66 posts
Novembro 2011  /  65 posts
Outubro 2011  /  63 posts
Setembro 2011  /  49 posts
Agosto 2011  /  57 posts
Julho 2011  /  63 posts
Junho 2011  /  40 posts
Maio 2011  /  51 posts