20.Mar.2012 18:49
Yajna Moreira
0 Comentários
“Vamo reclama do que não tá sendo feito, não do que tá”

O negócio é o seguinte: na sexta-feira, dia 16, foi apresentado o projeto do guarda-corpo da ciclovia de Porto Alegre. Nesse mesmo dia, à noite, um grupo criticou o projeto colocando junto à placa informativa da obra uma bicicleta de madeira com os dizeres: “Esta é a bicicleta de tróia e esta ciclovia é um presente de grego”.
De acordo Marcelo Sgarbossa, um dos manifestantes, o grupo não é contra o projeto, mas critica a obra, que para eles é desnecessária: “O ideal seria instalar a ciclovia junto ao meio fio da calçada, não precisaria de uma obra, apenas reservar um espaço da via já existente aos ciclistas”.
A ideia é legal, mas vamos pensar na prática... A maior parte da Ipiranga tem três vias, se a gente reservasse uma para as bicis e desse um “empurrãozinho” nos carros estacionados, haveria uma pista e meia para carros, motos, ônibus. Aí, vamo combina, não há mobilidade urbana que agüente.
O vereador Beto Moesch, da Comissão de Saúde e Meio Ambiente que discutiu recentemente a implementação do Plano Diretor Cicloviário Integrado de Porto Alegre, explica: “Em 2007, começamos a trabalhar o projeto da ciclovia como uma preocupação de mobilidade urbana, não como uma questão ambiental”. No entanto, ainda segundo o vereador, o Plano Diretor é lei, mas anda devagar por causa dos trâmites orçamentários.
O Plano prevê que 20% da verba arrecadada com as multas aplicadas a carros deveriam ser destinadas a ciclovias e projetos educativos. “Porém, hoje, essa medida não está sendo aplicada. Em 2010 foi arrecadado R$1.2 milhões e ano passado só R$500 mil, quando R$2 milhões deveriam ser destinados ao fundo de investimentos”.
Porto Alegre, ou melhor, o Brasil inteiro precisa criar a cultura da bicicleta como meio de transporte, o que ainda está engatinhando na sociedade, falta, por exemplo bicicletários em locais públicos, como shoppings, prédios públicos, parques. No entanto, Beto é taxativo: “Vamo reclama do que não tá sendo feito, não do que tá”.
 



Comentários (0)



N blogueiros
Arquivos
Abril 2015  /  17 posts
Fevereiro 2015  /  16 posts
Janeiro 2015  /  21 posts
Dezembro 2014  /  23 posts
Novembro 2014  /  23 posts
Outubro 2014  /  23 posts
Fevereiro 2014  /  30 posts
Outubro 2013  /  23 posts
Setembro 2013  /  29 posts
Agosto 2013  /  37 posts
Julho 2013  /  26 posts
Junho 2013  /  17 posts
Abril 2013  /  17 posts
Março 2013  /  20 posts
Janeiro 2013  /  36 posts
Dezembro 2012  /  18 posts
Novembro 2012  /  39 posts
Agosto 2012  /  30 posts
Julho 2012  /  41 posts
Junho 2012  /  47 posts
Maio 2012  /  31 posts
Abril 2012  /  32 posts
Março 2012  /  29 posts
Fevereiro 2012  /  34 posts
Janeiro 2012  /  62 posts
Dezembro 2011  /  66 posts
Novembro 2011  /  65 posts
Outubro 2011  /  63 posts
Setembro 2011  /  49 posts
Agosto 2011  /  57 posts
Julho 2011  /  63 posts
Junho 2011  /  40 posts
Maio 2011  /  51 posts